A ilha italiana que fica mais próxima do continente africano que da Europa: Lampedusa!

Lampedusa é uma ilha que pertence a Sicilia, território italiano. Do arquipélago das Ilhas Pelágias do Mar Mediterrâneo, Linosa e Lampione não são habitadas. Já Lampedusa tem cerca de 5 mil habitantes e uma área de apenas 20,2 km². Por isso, é possível atravessá-la de carro em menos de meia hora.

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

Localizada entre a costa da Sicília e da Tunísia na África, seus moradores, que antes viviam da pesca e da agricultura, cultivando no geral cereais e vinha, hoje tem no turismo sua maior fonte de renda.

Curiosidade: O atum de Lampedusa é considerado um dos melhores do mundo pelos exigentes japoneses!

A época para visitar a ilha é no verão europeu: entre maio e outubro. Mas evite o mês de agosto que tudo é bem cheio. Já em junho, com dias bem longos é possível presenciar o pôr-do-sol por volta das 20h.

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

As bicicletas e scooters são uma ótima opção pra se locomover na ilha. Mas para quem quiser, o aplicativo “Lampedusa App” te direciona para os transportes coletivos que levam para as praias. Além de todas a informações que ele oferece sobre a ilha…

3 dias são suficientes para você já estar familiarizado nesse paraíso… Mas acredite: a vontade de ficar por lá vai muito além disso!

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

A famosa praia Spiaggia dei Conigli foi eleita pelos leitores do Tripadvisor como a mais bonita da Europa. Não é pra menos, sem dúvida merece esse 1o lugar! O cenário me hipnotizou! O acesso é por uma trilha que dura cerca de 20 minutos para descer. Mas levei 1 hora lá só observando tudo aquilo e fazendo várias fotos.

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

E o mais interessante é que esta é uma reserva natural protegida, onde as tartarugas colocam seus ovos à noite, justamente no verão. Atualmente, há um grupo de pessoas cuidando todos os dias dos ninhos para que os turistas não pisem ou esmaguem eles por engano.

Se colocando de frente ao mar, do lado direito da praia, bem escondidinho e sem sinalização tem uma trilha para os mais aventureiros que costeia o oceano e te leva à 2a praia que mais gostei de toda a ilha: Cala Pulcino.

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

E por que não dar a volta na ilha de barco para conhecer as grutas, as praias que tem acesso limitado por terra e ver cenários de tirar o fôlego?! Recomendo 100% tirar um dia pra isso e levar máscara, snorkel e nadadeira! Você vai se surpreender com esse fundo do mar.

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

Em um lugar chamado Tabaccara, o azul do mar e tão intenso que faz parecer que os barcos estão flutuando, por isso o nome “flying boards”. Só que lá, não é possível descer até o mar para um simples mergulho por terra.

Pensou que acabou por aí? Lampedusa oferece diversas opções de praias para você apreciar e relaxar. Uma mais linda que a outra! Não deixe de conhecer: Gruta Mare Morto, Portu’Ntoni, Spiaggia Guitgia, Cala Madonna, Cala Croce, Cala Maluk, Cala Creta, Cala Francese, Cala Pisana.

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

No fim das contas, descobri que aquele azul que eu tanto admirava de Lampedusa é real sim! E é o azul mais quente que já vi em toda minha vida. Sem dúvidas, a beleza desta pequena ilha é inversamente proporcional ao seu tamanho!

Karina Oliani em Lampedusa, Itália

 

Agradecimentos:

Swiss Airlines (https://www.swiss.com/br/pt)

Spot Brasil (https://br.findmespot.com/pg/)

About the Author

By Karina / Administrator on fev 14, 2017

No Comments

Leave a Reply