Bahamas! Fechando o ano com uma “viagem” de ouro

2015 foi um ano e tanto para Pitaya Filmes!!! Nossas produções deram, praticamente, a volta ao mundo, e nossa equipe viajou para diversos países como Sri Lanka, França, Estados Unidos, África do Sul, Portugal, México e por aí vai… A lista foi grande e as nossas super produções atingiram novos patamares.

AleSocci-GreenPixel_Bahamas-115Nossas imagens foram captadas todas em 4K, com qualidade de cinema. Diversas aventuras inéditas para a TV brasileira. Uma das nossas séries, Aventuras Urbanas, que foi especialmente produzida para o Esporte Espetacular da Rede Globo teve índices espetaculares de audiência e já garantiu a 2ª temporada do Aventuras Urbanas pra 2016.

Em janeiro, uma outra super produção que dirigi e apresentei, o “Águas Selvagens”, vai estrear em horário nobre no Canal OFF. Dia 22/01 às 22:30h, já vai se programando!

E um país que não podia ficar de fora dessa lista, com certeza é Bahamas! Mesmo exercendo a função de 3 profissionais: dirigindo, produzindo e apresentando; não existe a menor possibilidade de ficar cansada nesse paraíso! A energia positiva desse lugar nos contagia de tal forma, que o resultado final sempre sai melhor que o esperado.

Karina Oliani

Ao contrário do que muitos pensam, as Bahamas não se reduzem somente aos luxuosos cruzeiros e pontos de compras. Quem desembarca em Nassau, sua capital, nem imagina que nas 700 ilhas e ilhotas desse país, a natureza e o lado selvagem podem ser mais mágicos que qualquer luxo que um grande resort pode oferecer.

Suas ilhas mais afastadas são o tesouro do arquipélago, que parecem ter ocupação de baixa densidade. Esses bancos de areia causaram muitos naufrágios por toda área nos navios de descobridores e piratas que se aventuravam no Caribe, o que originou muitas histórias de tesouros perdidos e excelentes pontos de mergulho.

O que eu fui fazer nas Bahamas?

Destino mais famoso do mundo, principalmente pela visibilidade incrível de suas águas cristalinas, em Bahamas há uma quantidade tamanha de pontos de mergulho que dá para ver de tudo um pouco: naufrágios, paredões, recifes, blue holes e claro, tubarões. Aliás, quando você pensa nesse grande predador dos mares, não tem como não pensar em Bahamas!

E que tal alimentar esses animais que têm a fama de mais perigosos de todo o oceano? Bingo, fui virar uma Shark Feeder!

Karina Oliani

Antes de cair no mar fui orientada a alimentá-los quando eles estivessem mais calmos e viessem nadando de preferência pelo meu lado direito. Mas eles estão por todos os lados. Coloquei uma roupa de malha de aço, para me proteger contra as mordidas certas.

Normalmente um tubarão não vê um homem como comida. Não fazemos parte do cardápio deles. Mas quando descemos com uma caixa de peixes sangrando em pedaços eles sabem que chegou a hora da refeição.

Karina Oliani

Segurando uma vara curta, com um peixe na ponta, entre mais de 50 tubarões, sabia que não estava entrando na água para fazer um mergulho calmo… Assim que você abre a caixa eles entram em um processo de frenesi, uma agitação sem controle. Todos vem para cima, competindo pela comida.  É aí que você se coloca em uma situação com um risco maior… Mas sempre fui louca pra fazer Shark Feeding e finalmente tinha chegado a hora!

O que eu acho dos tubarões? Em 10 simples frases vocês entenderão minha opinião:

1) Tubarões estão no topo da cadeia alimentar, são predadores incríveis presentes há 200 milhões de anos nesse planeta.
2) Os ataques são raríssimos, mas não podemos negar que eles existem e nem sempre são provocados.
3) Aproximadamente 11.000 tubarões são mortos POR HORA. Sim você leu certo. São 100 milhões por ano no planeta!!!
4) Animais como ursos, búfalos e hipopótamos matam infinitamente mais seres humanos do que tubarões, mas matar um urso (se não for em legitima defesa) pode dar até cadeia!
5) Mesmo assim, esses predadores que têm um papel importantíssimo no equilíbrio dos oceanos estão sendo literalmente dizimados por nós.
6) Alguns biólogos famosos estimam que em 50 anos eles podem ter sumido dos mares.
7) Nunca disse que tubarões são “bonzinhos”, eles são tubarões e graças a Deus que existem eles pra manter nosso oceano saudável e sim, gosto MUITO desses bichos!
8) O que tenho certeza (em mais de 20 anos mergulhando e muitos desses com todos os tipos de tubarões, é que HUMANOS não fazem parte do cardápio deles.
9) As vítimas dos ataques normalmente são confundidas com outros animais, principalmente em águas mais turvas e levam o que chamamos de ” mordida investigatória”. Normalmente eles mordem e percebem que não é comida e vão embora. Mas dependendo do tubarão 1 mordida ja pode ser fatal.
10)
Dia 22 de janeiro, estreia uma nova série que fiz pro Canal OFF onde eu e mais alguns amigos mergulhadores provaremos, que nós, seres humanos, somos muito mais ameaçadores que qualquer outro predador desse planeta.

Karina Oliani

Fotos: Alexandre Socci

Agradecimentos:

Stuart Cove’s Dive

Unique Travel Collection

Explore The Bahamas

Breezes Hotel

Neal Watson

Cia Maritima

Bimini Scuba Dive Center

Canal OFF

 

About the Author

By Karina / Administrator on dez 29, 2015

No Comments

Leave a Reply